© 2016 APA Vistos. Todos os direitos reservados.

Dicas de viagem

 

 

- Reúna o máximo de informações sobre o seu destino, como os meios de transporte local, hospedagem, alimentação e possíveis      atividades a serem realizadas durante a viagem;

 

- Certifique-se de que você tem os vistos corretos para os países que você está visitando e que seu passaporte está válido. Alguns    países exigem que o passaporte tenha no mínimo 6 meses de validade;

 

- Tire fotocópias de seu passaporte e outros documentos importantes e mantenha-os separados dos originais.

 

- Preencha no seu passaporte um número de contato de emergência;

 

- Informe a um amigo ou parente o seu destino, local de hospedagem e duração da sua viagem, informando-o que dará o seu            contato em casos de emergência;

 

- Se você pretende dirigir, verifique junto a locadora de automóvel se a sua Carteira Nacional de Habilitação é válida no destino, ou    se é necessário emitir uma PID – Permissão Internacional para Dirigir. Confira as exigências dos países que vai visitar e certifique-  se de que você está ciente das leis de condução do local;

 

- Consulte seu médico para uma avaliação, de preferência com 4 a 8 semanas de antecedência, principalmente caso possua alguma doença pré existente ou necessite de  algum cuidado especial;

 

- Se precisar fazer uso de medicamentos sob prescrição médica, obtenha a receita e adquira os medicamentos na quantidade    suficiente para toda a viagem. Mantenha-os nas embalagens originais, pois nem sempre é possível adquirir medicamentos em  outros países, sem prescrição médica local ou ingressar em outros países com medicamentos na bagagem, sem as respectivas  receitas médicas;

 

- Pessoas com condições médicas pré-existentes, como diabetes ou alergias a picada de animais peçonhentos ou medicamentos,   é recomendado fazer um cartão ou pulseira de alerta, contendo a sua condição médica específica, a sua cidadania, um contato de   emergência e um contato médico de emergência;

 

- Fique atento ao volume individual dos recipientes, pois, segundo as normas de segurança aérea, somente é permitido levar na        bagagem de mão:

 

a) Medicamentos essenciais acompanhados de prescrição médica (a prescrição deverá possuir o nome do passageiro para ser confrontado com aquele que consta no cartão de embarque);

 

b) Medicamentos que não necessitam de prescrição médica. (desde que não excedam 120ml ou 4oz);

 

c) Insulina e líquidos especiais ou gel, para passageiros diabéticos, acompanhados de prescrição médica (desde que não excedam 148 ml ou 5oz); cosméticos sólidos (batons, protetor labial ou desodorante em bastão e etc).

 

- Solicitar ao médico durante a consulta a prescrição de um kit médico, adequado às suas necessidades individuais;

 

- É recomendado a contratação de um seguro internacional de saúde particular que cubra todas atividades que serão realizadas durante a sua viagem, como passeios, esportes radicais, etc;

 

- Verifique se o destino possui algum acordo internacional recíproco com o Brasil, permitindo o atendimento de cidadãos brasileiros pelas redes públicas de saúde. Para saber mais sobre o Certificado de Direito a Assistência Médica, acesse http://sna.saude.gov.br/cdam/

 

- Verifique a localização e horários de funcionamento assim como os serviços oferecidos, pela embaixada brasileira mais próxima do seu destino;

 

- Além do dinheiro em espécie, leve outras formas de pagamento, como cartões e cheques,  como prevenção em casos de furtos ou outras eventualidades.